Do mutismo à clareza, uma proposta de pedagogia

A linguagem opaca é algo que muito me intriga e mobiliza. Ela é um fato social que atravessa o tempo, os territórios e os idiomas. Mas, no Brasil, penso haver um ingrediente local. É o que venho chamando de "Projeto Brasileiro de Desinformação". Esse rótulo tem um certo ar de teoria da conspiração, eu sei.… Continue lendo Do mutismo à clareza, uma proposta de pedagogia

Falar difícil é fácil, diz Nelson Jobim em crítica ao juridiquês

A Academia Brasileira de Letras (ABL) convidou a pessoa certa para falar sobre juridiquês. O político gaúcho Nelson Jobim, que, entre outros cargos em uma longa carreira no setor público, foi presidente do Supremo Tribunal Federal. Jobim é um conhecido crítico do linguajar jurídico enrolado e um ferrenho defensor da clareza de expressão. No fim… Continue lendo Falar difícil é fácil, diz Nelson Jobim em crítica ao juridiquês

Agentes da Linguagem Clara: Paulo Brescovici

Paulo Roberto Brescovici, juiz do trabalho de Cuiabá (Mato Grosso), ficou mais conhecido quando escreveu a seguinte sentença: “Li, reli e não entendi”. Em março desse ano, ele recebeu um pedido de acompanhamento de perícia e não compreendeu bem o texto. Por isso, foi claro na decisão. Como a iniciativa preza por uma linguagem mais… Continue lendo Agentes da Linguagem Clara: Paulo Brescovici