Regras de Ouro da Linguagem Clara

A linguagem clara é fundamental para escrevermos um texto de fácil entendimento e que atinja o máximo de pessoas.

Para isso, temos algumas regrinhas que orientam e facilitam o trabalho na hora de fazer uma comunicação simples e clara.

Vamos chamá-las de “Regras de Ouro da Linguagem Clara”. Ao recorrer a elas, podemos verificar se o texto será compreendido com facilidade.

Vamos a elas:

2.png

 

Primeira regra: Coloque-se no lugar da pessoa que vai ler o texto. Esse é o exercício mais fundamental e mais difícil. Estamos vivendo na era do “eu, eu, eu”, do “presta atenção em mim”.

Parece cada vez mais difícil ver o mundo pelo ponto de vista de outra pessoa.

A beleza da linguagem clara mora justamente aí. Ela está a serviço de quem vai ler, antecipa possíveis dúvidas e já entrega a informação descomplicada, livre de penduricalhos desnecessários.

Segunda regra:

1.png

Antes de começar a escrever, organize as informações que devem constar no texto e coloque-as em uma ordem lógica.

Apresente os dados numa sequência clara e objetiva.

É comum documentos e contratos irem apresentando dados fora de uma sequência lógica.

Repetir informações é desnecessário e prejudica a leitura.

Terceira regra:

3.png

Procure fazer frases curtas e na ordem direta.

Quinze palavras por frase é um bom número. Corte todas as palavras desnecessárias.

Além disso, priorize frases na ordem direta. Ou seja, frases que usem a sequência de “Sujeito + Verbo + Predicado”. Isso significa que devemos colocar quem pratica a ação antes do verbo e dos seus complementos.

Veja o exemplo a seguir.

A frase “Maria ficou feliz porque escreveu um livro” é muito mais simples e direta do que “Feliz ficou Maria porque um livro escreveu”. A primeira sentença está na ordem direta e a segunda está na ordem inversa.

Use sempre a ordem direta.

A quarta regra de ouro diz:

5.png

Use sempre palavras mais conhecidas, familiares e fáceis de serem identificadas.

Se há uma palavra mais simples, devemos usá-la. Por exemplo, entre comprar e adquirir, prefira comprar.

A escolha de palavras mais simples favorece a leitura e melhora o acesso à informação.

A quinta regra de ouro para escrever em linguagem clara diz:

4.png

Evite encadear uma sequência de substantivos.

Essa é uma das grandes ciladas do estilo de escrita burocrática, o burocratês. Por isso os textos ficam tão enrolados.

Veja o exemplo: “A modificação do consenso sobre o desenvolvimento do cenário”. São quatro substantivos juntos!

Ao ler, muita gente fica indo e voltando na frase para entender do que se trata.

O ideal seria reescrever do zero, mas já melhora um pouco se você substituir um dos substantivos por verbo.

Veja: “Modificar o consenso sobre o desenvolvimento do cenário”. Bem melhor, né!?

Atualizado em 09/10/2018.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s